Medalha do Pacificador
Medalha do Pacificador

Companheiros da “Rondon”

O que sinto por nossa Turma é algo muito especial e diferente.

E é por este motivo que quero agradecer as manifestações de carinho apresentadas em nosso site, que ratificam o que expressei acima, pois comecei a burilar minha vida quando eu os conheci e esta “Medalha do Pacificador” é a maior testemunha disto. Ela também pertence a vocês, milicos e paisanos, porisso com todos eu a divido

Classifico nossa Turma, mais significativa do que a Turma da AMAN da qual, com muita honra, faço parte. E explico o porquê.

Os companheiros da “Rondon” que  escolheram outros caminhos, que não o da carreira das armas, para prosseguirem em suas vidas, desde cedo tiveram oportunidade de demonstrar no dia a dia de suas esferas profissionais o real sentido do “amar ao Brasil”, uma vez terem relacionamentos diferentes dos militares.

Por este motivo considero e respeito muito a “Turma”, pela sua diversidade de destinos individuais e por esta projeção social diferenciada.

Os nossos “paisanos”, como uma ponta de lança no meio civil, mal informado, e até mesmo ingrato, face os propósitos dos militares.

E os nossos “milicos” que  prosseguem também em suas atividades castrenses ou em casa ainda trabalhando, como eu, sempre procurando cultuar os valores cívicos e morais que a “Rondon” começou a nos ensinar.

Em nome também de minha família,  muito obrigado, Turma Rondon!